Investir na prevenção de riscos à saúde ocupacional é de suma importância para as empresas, pois, além de garantir o bem-estar dos funcionários, ainda reduz custos e aumenta a produtividade no trabalho. Mas, para que a companhia tenha sucesso em suas estratégias, os colaboradores precisam estar engajados no projeto.

Entenda, se eles não abraçam a causa, todo o trabalho de prevenção é realizado em vão e o investimento feito em equipamentos adequados é perdido. Por isso, é importante motivar as equipes para que elas compreendam a importância do assunto.

Precisa aumentar o comprometimento e melhorar a prevenção em sua empresa? Quer saber como? Continue a leitura deste post que daremos algumas dicas.

Deixe bem claro a todos quais são as normas de segurança da empresa

Quando o assunto é prevenção de riscos à saúde ocupacional, é importante enfatizar para os funcionários quais são as regras de segurança da empresa. Esse passo é fundamental para garantir o bem-estar dos colaboradores e uma boa produtividade no trabalho.

Uma ótima maneira de divulgação é deixar os manuais sempre atualizados e espalhar cartazes pela empresa, citando as normas da companhia. Além disso, é essencial adotar políticas de educação para quem não cumprir as regras. Entretanto, a princípio, não estamos falando necessariamente de punições, mas de programas de treinamento, por exemplo.

O importante é que os colaboradores entendam que o uso dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) durante o horário de trabalho não é opcional, e sim obrigatório para sua própria segurança.

Lembre sempre os funcionários de cuidarem de seus bens mais preciosos: sua vida e saúde

Mesmo que um acidente de trabalho não seja tão grave ao ponto de deixar sequelas ou levar à morte, ele ainda pode prejudicar a saúde e qualidade de vida do trabalhador. Esse fato trará consequências não só para ele, mas para toda sua família. E, nos casos de pessoas com filhos pequenos, os impactos podem ser ainda maiores.

Eles precisam entender que, mesmo que seja trabalhoso colocar os equipamentos e que seguir as regras de segurança, às vezes, é difícil, isso é essencial para que mantenham sua saúde protegida e sua vida em segurança.

Quando o funcionário entende e respeita as normas, ele tem mais receptividade na hora de usar seu EPI de forma correta.

Ofereça treinamento para as novas equipes

É bastante comum que técnicos em segurança apenas entreguem os EPI’s para novos funcionários e não expliquem como e quando devem ser usados. Isso é uma falha, levando os trabalhadores a usarem o equipamento de forma errada ou, até mesmo, trabalharem sem eles.

Para evitar esse tipo de problema, ofereça treinamento para as novas equipes, explicando a importância de cada equipamento. Mostre a eles as consequências negativas da falta ou uso incorreto de cada EPI.

Se o ambiente é muito barulhento, por exemplo, há necessidade do uso de abafadores. Então, os funcionários devem ficar cientes dos prejuízos para sua audição, caso não usem o item. Sendo assim, seria uma excelente ideia chamar o médico ou enfermeiro do trabalho para falar sobre esse assunto.

Crie a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA)

A criação da CIPA está prevista nas leis do trabalho de toda empresa, independentemente de seu porte, deve haver essa comissão. Ela é composta por funcionários da organização e tem suma importância na conscientização dos trabalhadores em relação às normas de segurança.

É função da CIPA auxiliar nas campanhas de engajamento dos funcionários, manter os manuais de segurança atualizados e o assunto sempre em debate na empresa. Para que a comissão seja mais efetiva, é importante que seus membros observem quais colaboradores não usam os equipamentos de forma correta e os orientem.

Como a comissão é composta por colegas de trabalho, fica mais fácil eles terem acesso ao restante das pessoas que atuam na empresa, pois conhecem a fundo cada função exercida dentro da companhia.

Realize campanhas de conscientização

Cartazes e avisos pregados em murais da empresa não são suficientes para engajar os colaboradores durante as campanhas de prevenção de riscos à saúde ocupacional. É importante que a companhia organize eventos frequentemente para lembrá-los da importância de trabalharem com segurança e de seus benefícios.

Estabeleça um período para realizar ações dentro da empresa. Nessas horas, vale fazer uma parceria com o setor de comunicação e abusar da criatividade. Podem ser realizadas palestras com médicos, alertando sobre as consequências do uso incorreto dos equipamentos de segurança durante o expediente, por exemplo.

Apresentar estatísticas sobre acidentes de trabalho no Brasil e como eles poderiam ter sido evitados é outra forma de conscientizar o colaborador. Filmes e apresentações teatrais também são boas maneiras de ilustrar como o comportamento no ambiente interno da empresa contribui para que acidentes e danos à saúde não existam.

Avalie a contratação de uma consultoria em Segurança do Trabalho

Não há nada mais efetivo para criar campanhas de conscientização sobre segurança e saúde do trabalho do que contar com profissionais especializados no assunto. Mesmo que a empresa possua técnicos ou engenheiros de segurança e uma CIPA já vigente, isso pode não ser o suficiente para conseguir bons resultados.

Nesse caso, a empresa pode contratar uma consultoria especializada. Ainda, caso você pense que esse é um gasto muito alto está enganado, pois, na verdade, os custos podem ser bem menores para a companhia. Além disso, estará investindo na saúde e bem-estar de seus funcionários, o que gera ganhos para o negócio. Lembre-se que trabalhadores motivados apresentam maior produtividade e entregam seus produtos ou serviços com maior qualidade.

Uma consultoria de segurança e saúde do trabalho tem toda expertise necessária para oferecer respaldo técnico e jurídico nas questões relacionadas ao tema. Até mesmo as ações de conscientização a serem realizadas no decorrer do ano serão mais efetivas com a ajuda profissional especializada.

Com todo o conhecimento sobre o assunto, uma consultoria saberá o que causa mais impactos no trabalhador e criará campanhas que chamem a atenção deles para a prevenção de riscos à saúde ocupacional, além de destacar melhor as normas de segurança da empresa.

Gostou do post? Então, que tal compartilhar com seus amigos em suas redes sociais. Essa informação pode ser de grande utilidade para eles também!

Autor

Escreva um comentário

Share This