Category

Treinamentos

Category

Saiba qual a importância do treinamento para espaço confinado

Tubulações, elevadores, galerias, chaminés. O que esses espaços têm em comum? Esses locais são chamados de espaços confinados. Ou seja, são ambientes que não foram projetados para a ocupação humana e apresentam entradas e saídas de difícil acesso.

Apesar de não terem sido criados para isso, muitas vezes é necessário que um profissional realize determinada atividade em ambientes desse tipo. Porém, devido às peculiaridades dos espaços confinados, os trabalhadores estão sujeitos a uma série de riscos que podem ser minimizados com treinamentos específicos para o trabalho nesses ambientes.

Quer saber qual a importância de um treinamento para espaço confinado e como funciona? Então continue a leitura e descubra!

O que é treinamento para espaço confinado?

Esse treinamento é oferecido a trabalhadores que precisam realizar atividades em espaços confinados. Durante a capacitação, o profissional aprende as características e particularidades de um espaço confinado, os riscos que ele oferece e como se comportar diante de acidentes e imprevistos.

Além disso, esse tipo de treinamento também oferece uma carga horária prática, com profissionais experientes, capazes de instruir os colaboradores sobre a melhor forma de realizar atividades em espaços confinados.

Outro ponto importante que é abordado no treinamento são as técnicas de resgate em espaços confinados, que são apresentadas de formas teórica e prática, bem como noções de primeiros socorros.

Qual a importância de fazer o treinamento?

Em primeiro lugar, o treinamento para espaço confinado é uma exigência da legislação brasileira, ligada à Norma Regulamentadora nº 33. É ela que regula o trabalho nesse tipo de ambiente e define quais são os documentos e capacitações necessárias para que os colaboradores atuem em espaços confinados.

Porém, a importância do treinamento vai além da exigência legal. O trabalho em espaços confinados oferece uma série de riscos à saúde e à integridade física dos colaboradores, sendo que um acidente pode ser fatal. Isso porque esses locais são de difícil acesso e têm pouca ventilação, o que aumenta a gravidade de qualquer tipo de acidente durante o trabalho.

Durante o treinamento, os profissionais tomam consciência sobre cada um dos riscos e passam a entender qual o melhor comportamento diante de acidentes. Com isso, aumentam as chances de que eles atuem de forma segura durante as atividades, ampliando a proteção da equipe.

Quais os problemas de não realizar um treinamento para espaço confinado?

É proibido, segundo a NR 33, o trabalho em espaço confinado por profissionais que não foram devidamente capacitados para isso. Portanto, quando você submete membros da sua equipe a esse tipo de atividade sem realizar o treinamento, corre o risco de levar multas ou, até mesmo, interromper todo o funcionamento da empresa.

Além disso, como esse trabalho oferece uma série de riscos para a equipe, eles são amplificados quando não há capacitação adequada. Podem ocorrer alagamentos, asfixia devido à falta de ventilação, intoxicação, incêndios e explosões, soterramento, entre outros prejuízos à integridade física da equipe.

Sem o devido treinamento, os sinais de perigo podem passar desapercebidos, submetendo os colaboradores a situações insalubres e arriscando a vida do profissional que realiza as atividades.

Como realizar um treinamento para espaço confinado?

Para que sua esquipe possa realizar um treinamento para espaço confinado, é essencial contar com profissionais especializados nesse tipo de capacitação e com experiência no mercado. Portanto, o ideal é escolher uma empresa especializada em gestão de riscos, consultoria e assessoria em saúde ocupacional e segurança do trabalho.

Essas organizações, além de auxiliarem com o treinamento para espaço confinado, podem ajudar a identificar e neutralizar diversos outros riscos do ambiente laboral. Com isso, você aumenta a proteção dos colaboradores, contribuindo para a saúde e o bem-estar do time.

O trabalho em espaço confinado é assunto sério. Ele oferece uma série de riscos para os colaboradores e ainda conta com uma Norma Regulamentadora direcionada especificamente para as atividades nesse ambiente. Porém, antes de iniciar qualquer atividade desse tipo, capacite a equipe com um treinamento para espaço confinado e garanta a saúde e integridade dos seus colaboradores!

Aproveite e entre em contato com a SAFE agora mesmo para descobrir as soluções em saúde e segurança do trabalho que temos para oferecer ao seu negócio e colaboradores!

Se tiveres interesse em outros assuntos referentes a Saúde Ocupacional, Segurança do Trabalho ou Maio Ambiente, acesse nosso blog clicando aqui.

Se tiveres curiosidade e quiseres conhecer mais da SAFE, acesse nossa página no link www.safesst.com.br.

Treinamento de segurança no trabalho. Entenda seu poder.

É essencial proteger tanto a si mesmo como aos membros da equipe com relação a ferimentos ou doenças no ambiente profissional. Investir no treinamento de segurança no trabalho contribui para que os colaboradores se sintam muito mais seguros, confiantes e valorizados.

Segurança do Trabalho se baseia em prevenção. Assim, um treinamento nessa área deve ser ministrado por profissionais habilitados e com muita experiência em capacitar pessoas.

Pensando nisso, ao longo deste artigo abordaremos a importância desse tipo de capacitação e alguns dos seus principais benefícios. Boa leitura!

Benefícios do treinamento de segurança no trabalho

Manter sua equipe de colaboradores atenta para os cuidados com a segurança traz benefícios consideráveis para os próprios funcionários e para a empresa. Veja quais são eles.

Comprometer e manter em segurança os funcionários

Um ambiente de trabalho em que cada membro da equipe é capaz de desempenhar papel ativo na saúde e segurança costuma ser menos propenso à ocorrência de acidentes.

Funcionários que se percebem envolvidos e respeitados no processo de tomada de decisões tendem a ser um valioso recurso quando se trata de melhorar o desempenho e a produtividade. Questões de saúde ocupacional e segurança não são uma exceção.

Fornecer treinamento de segurança no trabalho, portanto, demonstra que você leva a sério todas as questões relativas ao bem-estar dos funcionários. Isso os capacita e os incentiva a criar um ambiente seguro e uma cultura que produz inúmeros benefícios, entre os quais se incluem:

  • auxílio na detecção de riscos à saúde e segurança no local de trabalho;
  • cumprimento de controles e protocolos;
  • redução nas taxas de acidentes.

Reduzir o absenteísmo

Outro grande benefício do treinamento de segurança no trabalho é a redução do absenteísmo por motivo de doença ou tratamento de saúde.

A depender das especificidades do seu negócio e das características gerais do seu fluxo de trabalho, isso pode reduzir custos relacionados a quedas na produtividade e interrupções de última hora, bem como aqueles relacionados à necessidade de substituição de mão de obra ou pagamento de horas extras.

Outro ponto pouco explorado como consequência da redução do absenteísmo por motivo de doença é a redução dos valores relacionados aos reajustes dos planos de saúde, que variam com o uso (sinistralidade), ou seja, plano menos usado tem índice de reajuste menor.

Reter os colaboradores

Se a sua empresa for capaz de reduzir as ausências dos funcionários devido a acidentes ou doenças relacionadas ao trabalho, você economizará, posteriormente, o tempo e o dinheiro necessários para o recrutamento e o treinamento de novos colaboradores.

Além disso, os membros atuais da equipe se sentirão valorizados e mais satisfeitos, diminuindo, assim, a busca de novas oportunidades em outras organizações.

Construir forte reputação

O treinamento de segurança no trabalho pode servir de apoio à construção de uma reputação positiva, tanto com os seus clientes quanto com os funcionários. Oferecer à equipe a forma correta de treinamento demonstra que você se preocupa, também, com a sua empresa e prima pela qualidade em todos os aspectos que a envolvem.

Isso refletirá decisivamente sobre você e a sua marca, não só ajudando na sua reputação, no que diz respeito à melhoria dos resultados de negócios, mas também na atração de talentos de alta qualidade para compor a sua força de trabalho.

Evitar gastos adicionais

Os acidentes de trabalho podem representar gastos adicionais em termos de multas, taxas legais, pagamentos compensatórios, medidas corretivas necessárias, entre outros. Essa é uma possibilidade real e não deve, de forma alguma, ser negligenciada.

Sendo assim, o treinamento de segurança no trabalho é, de fato, necessário para que todos desenvolvam a compreensão clara de como agir em relação à própria segurança e à de todos os envolvidos.

A forma mais barata de endereçarmos os problemas relacionados com segurança no trabalho é a prevenção, e o treinamento é uma das ações preventivas mais eficazes.

Importância do treinamento realizado por equipe especializada

Treinamento em segurança do trabalho é assunto para especialistas. Trata-se de uma ciência cujo foco é a prevenção, e, nesse caso, a experiência e a adequada habilitação dos profissionais são essenciais.

Assim, para realmente capacitar e treinar seus colaboradores, considere a contratação de empresa especializada, reconhecida, certificada e que tenha larga experiência em ministrar treinamentos. As razões para esse cuidado são muito claras e serão expostas a seguir.

Otimização do tempo

A realização de treinamento em segurança requer preparação para o evento em si, além de material específico e equipamento adequado. Por sua vez, a organização e o próprio treinamento exigem um bom tempo antes e durante a sua realização.

Utilizando os serviços de uma equipe especializada, você disporá de toda a infraestrutura e organização necessárias já prontas. Além disso, estarão ali os profissionais preparados para realizar um verdadeiro treinamento.

Diminuição de custos

A utilização da experiência de uma empresa especializada resulta em maior aproveitamento no treinamento. Assim, a certeza de oferecer a capacitação condizente com as necessidades da empresa e as exigências da legislação fica garantida. Com isso, o desempenho é melhor quando pensamos na relação entre custo e benefício, sobretudo pela redução de acidentes que, afinal, é meta principal.

Foco nas atividades principais da empresa

Toda empresa deve ter o foco concentrado em sua missão, naqueles motivos pelos quais ela existe. Portanto, treinamento de segurança no trabalho deve ser deixado para profissionais dedicados a essa tarefa. Desse modo, ao contratar os serviços especializados, você não desvia a atenção dos objetivos de sua empresa.

Mais qualidade

Ao deixar a instrução para uma equipe séria e dedicada, o treinamento pode ser oferecido com muito mais qualidade. Entram em cena a experiência, a especialização e a habilitação dos profissionais com um alcance muito maior. Dessa forma, a carga horária e o conteúdo necessários vão além das exigências das normas regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), capacitando, de fato, os colaboradores. A experiência possibilita que os exemplos e atividades práticas do treinamento sejam voltadas às atividades da empresa contratante, o que enriquece muito a informação e agrega uma valor muito maior.

Redução de problemas legais

Quando o treinamento é conduzido por uma empresa regular e habilitada, o evento é certificado. Isso garante para a empresa o cumprimento das exigências das normas de segurança do MTE. Ao mesmo tempo, permite uma situação confortável da empresa em uma auditoria, assim como perante a fiscalização trabalhista em visitas.

Com essas observações, fica evidente a importância de que a capacitação para seus colaboradores seja realizada por profissionais especializados. A condução dessa atividade por pessoas não habilitadas e não experientes coloca em risco o resultado, assim como qualquer investimento feito, e quando falamos em Segurança do Trabalho, esse resultado pode ser acidentes e fatalidades.

Portanto, ao contratar uma empresa para o treinamento de segurança no trabalho, considere sua regularidade e a habilitação de seus profissionais responsáveis. Ao mesmo tempo, certifique-se de que ela tenha situação consolidada no mercado, com uma carteira de clientes que comprove sua eficiência. Segurança não é assunto para experiências!

Gostou deste post? Entre em contato conosco e esteja seguro de saber tudo o que precisa sobre segurança no trabalho para sua empresa e não perca a oportunidade de se aprimorar ainda mais no assunto: confira 4 dicas de como prevenir acidentes de trabalho em sua empresa!

Equipe engajada e comprometida. Saiba como conseguir e manter.

Manter a equipe engajada é uma das maiores prioridades para qualquer empresa. Quando isso é feito, os profissionais comprometem-se e entregam resultados fora da curva, beneficiando a companhia de um modo geral. A questão é: quais táticas usar para isso?

É possível falar sobre a necessidade de treinamento das equipes, bem como de melhoria da comunicação e construção de um forte senso de meritocracia. Para tanto, é preciso que o gestor saiba planejar, executar e controlar o que deve ser feito.

Pensando em tudo isso, criamos um guia para você. Hoje, vamos lhe ensinar como manter uma equipe engajada, pronta para conquistar grandes resultados. Confira!

1. Estabeleça um objetivo claro

O objetivo representa onde a empresa deseja chegar. Geralmente é mais ambicioso e demanda um empenho maior da equipe. Quando não há um objetivo claro, é provável que não haja um alinhamento do time de trabalho, interferindo, consequentemente, na performance.

Um bom objetivo é definido no padrão S.M.A.R.T., uma criação de George Doran. Para tanto, deve ser: específico, mensurável, atribuível, realista e temporal (com prazo bem definido). Desse modo, todos entenderão com exatidão onde devem chegar.

2. Invista na meritocracia

A meritocracia se refere ao “fazer por merecer” dentro da empresa, ou melhor, recompensar cada profissional de acordo com sua performance. Quando isso é feito, os profissionais talentosos costumam ficar mais engajados, comprometidos e focados.

Para instaurar esse senso, inicie associando os resultados às recompensas que tenham valor para os trabalhadores: pode ser um almoço com acompanhante ou um dia de folga remunerada. A construção de um plano de cargos e salários também ajuda bastante.

3. Mantenha a equipe treinada

Quando os profissionais estão treinados, conseguem desempenhar suas tarefas diárias com qualidade, rapidez e, o mais importante, segurança. Então, é preciso implementar formas de desenvolver as competências necessárias na equipe.

É possível destacar treinamentos de prevenção de riscos e de preservação da saúde e da segurança no manuseio de máquinas e equipamentos nas operações diárias. Desse modo, é possível demostrar que valoriza os profissionais, tem ações para diminuir ou eliminar os acidentes internos e quer tornar-se uma empresa modelo nesse quesito.

4. Aprimore o diálogo interno

A comunicação sempre existe dentro da empresa, mas se não for planejada adequadamente, deixa espaço para fofocas e conflitos interpessoais. Nesse processo, é preciso implementar novos canais oficiais e formais de comunicação, como murais de recados, jornais internos, reuniões informativas periódicas e aplicativos mobile, entre outros.

Além disso, é importante que toda a liderança se comprometa com o assunto. O principal responsável pela qualidade na comunicação é o próprio líder da equipe. Ele deve ser o exemplo que deseja ver em seus funcionários e cascatear periodicamente informações claras e objetivas a seus subordinados.

5. Dissemine a disciplina diária

Grande parte do expediente de trabalho é perdido com atividades ineficazes, como a consulta aos e-mails ou reuniões demasiadamente longas. Para eliminar essa fraqueza, é preciso ter disciplina e gerenciar eficazmente o tempo da equipe.

Uma ferramenta que pode ser usada é a matriz do tempo, que ganhou popularidade com o livro “Os 7 hábitos de pessoas altamente eficazes” de Stephen Covey que a grosso modo, consiste na divisão das atividades diárias em importantes e não importantes, depois urgentes e não urgentes. Você e sua equipe devem focar nas atividades importantes, eliminando as demais.

Com essas dicas, você conseguirá conquistas exponenciais. Uma equipe engajada é um grande diferencial competitivo, capaz de colocar todo o empreendimento à frente da concorrência.

Gostou do nosso conteúdo? Já sabe como manter sua equipe engajada? Então, aproveite para continuar aprendendo conosco. Assine nossa newsletter e receba nossas novidades sobre gestão de riscos, segurança no trabalho e liderança de equipes em seu e-mail.