Entre 2013 e 2015, o número de acidentes de trabalho no Brasil caiu 14%, segundo o governo federal. Esse resultado é reflexo da implementação, cada vez maior, de políticas de proteção por parte das empresas. No entanto, as taxas ainda são altas: 240.638 trabalhadores estão afastados do trabalho por conta de acidentes.

A segurança no trabalho deve ser exaltada todos os dias pelas empresas e seus funcionários por sua importância. Em um mercado muitas vezes incerto e inseguro, os dirigentes das companhias precisam buscar formas de se destacar continuamente e, para crescer de forma sustentável, é preciso estar atento também ao ambiente interno da organização.

Para não ficar para trás, confira neste post quais são os benefícios das práticas de segurança no trabalho e como alcançá-los em sua empresa por meio de uma cultura bem implantada. Boa leitura!

Quais são os benefícios da segurança no trabalho?

Você já deve ter ouvido muitas vezes que a segurança no trabalho é importante. Mas você sabe exatamente por quê? Listamos a seguir os principais benefícios que a segurança pode trazer para a sua empresa.

Diminui os riscos de acidentes no trabalho

A partir do momento em que sua empresa implantar a segurança no trabalho, ela diminuirá ou eliminará os riscos existentes na execução de determinadas tarefas. Isso significa que, ao investir em procedimentos e equipamentos mais seguros, a corporação está automaticamente reduzindo os riscos relacionados às tarefas de rotina, evitando lesões e doenças nos colaboradores.

Veja um exemplo: se uma metalúrgica investe em demarcação de áreas de risco e equipamentos de proteção individual, como luvas, cintos, botas e aventais, então está diminuindo a probabilidade de um acidente acontecer.

Quando uma determinada indústria fornece respiradores e capacetes a seus funcionários, ela está protegendo-os em relação a eventuais acidentes provocados por quedas de objetos e, ao mesmo tempo, também está reduzindo a possibilidade da ocorrência de doenças oriundas da inalação de gases.

Aumenta a produtividade

Com menos acidentes e doenças do trabalho na empresa, reduz-se os tempos de interrupção da produção, trazendo maior produtividade ao negócio.

No caso da construção civil, por exemplo, ao não precisar lidar com acidentes e seus impactos, é bem provável que a equipe entregue a obra em tempo menor do que se fosse executada em circunstâncias inseguras.

Além disso, os programas de prevenção também possibilitam que os colaboradores estejam mais presentes na empresa, já que eles passam a sofrer menos com acidentes, licenças e faltas. Isso permite que as atividades sejam cumpridas sem exigir contratações permanentes ou provisórias de pessoal substituto.

Eleva a motivação da equipe

Geralmente, equipes que sentem segurança e que conhecem os procedimentos costumam ser mais motivadas. Mais que isso, os profissionais se sentem mais valorizados por terem sua segurança e bem-estar encarados como prioridade pela organização.

Isso também faz com que realizem melhor suas tarefas por terem à disposição todo o respaldo necessário para um bom desempenho. Essa motivação também ajuda a melhorar o relacionamento entre gestores e empregados, garantindo resultados positivos para ambos.

Reduz custos

Uma razão pouco considerada para investir em segurança é o fato de que ela atua diretamente na redução de custos. Apesar de necessitar de um investimento inicial, ele tem efeito de longo prazo, o que significa que essa cultura continuará fornecendo resultados benéficos de forma consistente e contínua.

A diminuição de custos ocorre, no mínimo, de duas formas: a primeira baseia-se no fato de que a corporação gastará menos com licenças médicas e indenizações geradas por acidentes que foram evitados. O segundo se refere ao fato de que haverá menos tempo de parada na linha de produção, que impacta negativamente qualquer processo produtivo.

Uma terceira forma, pouco explorada e para a qual as corporações dão pouca importância, é relacionada com os “planos de saúde”. Todos sabemos que os reajustes dos planos de saúde são diretamente proporcionais ao uso (sinistralidade), ou seja, paga mais quem usa mais. Dessa forma se diminuirmos os acidentes e doenças do trabalho, o plano de saúde tende a ser utilizado menos e portanto seu índice de reajuste tende a ser menor.

Garante mais responsabilidade social

Uma empresa que zela pela segurança dos seus funcionários é uma instituição que naturalmente apresenta maior responsabilidade social, afinal, ela sabe que seus profissionais necessitam estar amparados e atuando sob boas condições, para que possam cumprir suas tarefas de forma satisfatória.

Ao fazer isso, é proporcionado um clima organizacional mais favorável e seguro, o que reflete em resultados positivos, tanto internos quanto externos.

Além disso, uma empresa que é percebida como tendo responsabilidade social, carrega junto uma das premissas para a sustentabilidade e tem sua imagem impactada positivamente. São benefícios menos tangíveis, mas de grande importância.

Como implantar a cultura de segurança no trabalho?

Para alcançar os benefícios que acabamos de citar, é preciso seguir alguns passos que garantam a implantação da cultura de segurança do trabalho na empresa. Confira a seguir algumas dicas para colocar esse objetivo em prática.

Implemente um sistema de gestão

O primeiro passo para ter uma cultura de segurança na empresa deve ser fazer uma análise da organização como um todo. É preciso identificar riscos, elaborar planos e promover a sensibilização de todos sobre o tema. Para reunir todas as informações, implantar um sistema de gestão é fundamental.

Por meio dele, você poderá acompanhar os cenários antes e depois da implantação de medidas de segurança, ver o que deu certo, o que ainda pode melhorar e descobrir a melhor forma de fazer isso.

Invista em treinamentos

Um dos passos fundamentais para implantar a segurança do trabalho em qualquer empresa é envolver os funcionários nesse objetivo. Para isso, invista em treinamentos não apenas ao contratar novos trabalhadores, mas também de forma continuada, promovendo reforço e atualização do conhecimento.

Além dos treinamentos que capacitem os funcionários no uso de equipamentos e no desenvolvimento de suas atividades, também é importante capacitar a área de gestão da empresa sobre como administrar esses processos.

Ofereça EPIs corretos e monitore seu uso

De acordo com a Norma Regulamentadora número 6 (NR 6), é obrigação de toda empresa fornecer Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) adequados ao tipo de risco que os funcionários estarão submetidos. Além disso, você também deve capacitar os funcionários para usá-los e monitorar seu uso.

Ao identificar os riscos na empresa, defina os equipamentos que serão necessários e distribua-os entre os funcionários. Lembre-se de conferir o certificado de aprovação (CA) dos EPIs, que garantem sua qualidade, e de elaborar uma ficha de controle para que os trabalhadores possam assinar.

Mantenha as manutenções em dia

Além das manutenções corretivas em caso de danos, a maioria dos equipamentos exige manutenções preventivas, com o objetivo de evitar falhas e acidentes. Esteja atento aos prazos do fabricante e não deixe de realizar os procedimentos necessários.

Apesar de parecer um gasto a mais, as manutenções preventivas na verdade são um investimento, pois evitam que danos maiores aconteçam. Lembre-se: quanto mais cedo o problema for identificado, mas barata é a solução.

Promova o bem-estar entre os funcionários

Muitos acidentes de trabalho são causados por desatenção, cansaço ou estresse. Para evitá-los, é preciso garantir que os funcionários possuam um ambiente de trabalho agradável. Permitir pausas durante o expediente, promover exercícios de ginástica laboral e atividades colaborativas são formas de aumentar o bem-estar dos funcionários.

Esperamos que o post de hoje possa ter ajudado você a compreender a importância da segurança no trabalho para uma empresa. Você viu todos os benefícios que a segurança pode proporcionar e como é possível implantar a cultura de segurança por meio de alguns procedimentos.

Lembre-se de que o mercado, sempre competitivo, exige que as empresas se adaptem continuamente. Para isso, é preciso não apenas estar atento ao ambiente externo, mas também olhar para dentro, otimizando processos.

Agora que você entende a importância da segurança no trabalho, aproveite e descubra 5 motivos para contratar uma consultoria em gestão de riscos.

Se você quer saber mais sobre a SAFE, acesse www.safesst.com.br. Caso queira entrar em contato conosco, clique aqui.

Autor

Escreva um comentário

Share This