Como fazer o descarte de materiais durante a pandemia? Entenda aqui

Não há dúvidas de que a pandemia causada pela COVID-19 elevou os riscos à saúde e as probabilidades de contágio provocadas por luvas, papel higiênico, máscaras, entre outros itens utilizados por pessoas contaminadas.

Por esse motivo, é necessário estar atento ao descarte de materiais de forma adequada, com a finalidade de aumentar a segurança e a proteção de terceiros que tiverem acesso a eles.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo, com o objetivo de mostrar boas práticas para os descartes desses resíduos e, dessa forma, minimizar os riscos. Acompanhe!

Não misture com os materiais recicláveis

É necessário evitar colocar luvas de látex, lenços umedecidos, papéis higiênicos, lençóis, máscaras de proteção e demais itens usados por possíveis pessoas contaminadas ou confirmadas com os materiais recicláveis. Essa ação pode contribuir bastante para impedir que os responsáveis pela coleta de lixo ou catadores possam se contaminar.

Coloque os materiais em sacos de lixo resistentes e descartáveis

Antes de colocar os materiais para a coleta, o indicado é inserir os resíduos em um saco de lixo e, após, colocá-lo em um segundo saco limpo, além de fazer um nó bem forte. Nesse caso, é importante que os sacos sejam resistentes e descartáveis. Ainda, é preciso tomar cuidado para encher apenas até dois terços da sua capacidade.

Outra dica é identificar o saco como material com risco de contaminação, o que vai fazer com que os trabalhadores responsáveis por fazer a coleta, catadores e terceiros tenham todo o cuidado possível ao manuseá-lo e evitem contato com possíveis resíduos contaminados.

Deixe os resíduos separados por um tempo

Caso seja possível, o ideal é deixar os materiais utilizados por pessoas contaminadas ou suspeitas de contaminação, separados por um tempo antes de serem colocados para coleta, como se fosse uma espécie de quarentena.

Nesse tipo de prática, os itens devem ficar armazenados em um local separado antes de serem descartados. Isso também vai evitar que qualquer pessoa que possa ter contato com eles seja exposta ao risco ou se contamine.

Essa medida se deve ao fato de que, dependendo do tipo de vírus, ele pode sobreviver por diversos dias em papéis, plásticos e vidros. Então, todo cuidado é bem-vindo.

Tenha cuidado ao fazer o descarte em lixo comum

Os materiais utilizados por pessoas infectadas podem ser descartados em lixos comuns, no entanto, é preciso ficar atento aos cuidados necessários. Por exemplo, nos casos de ambientes hospitalares e demais que prestem serviços de saúde, é indicado colocar o lixo em sacos apropriados e que tenham a identificação de resíduos infectantes. Também será preciso que eles sejam recolhidos por uma empresa preparada e qualificada.

Essas são apenas algumas medidas que devem ser aplicadas para a promoção do descarte de materiais em tempos de pandemia. Ao tomar os cuidados necessários, fica mais fácil impedir a contaminação de novas pessoas e evitar que os números, que já são altíssimos, cresçam ainda mais. Afinal, a quantidade de luvas e máscaras descartadas pela sociedade aumenta de forma considerável, e é necessário estar atento a esse ponto e contribuir para o combate da pandemia.

Este artigo foi útil para você? Então, aproveite para seguir nossas redes sociais e ficar por dentro de informações importantes sobre outros temas. Para isso, você pode acessar nosso Facebook, LinkedIn ou Twitter!

Se você quiser conhecer melhor a SAFE, visite nosso site no endereço www.safesst.com.br. Caso queira entrar em contato diretamente conosco, clique aqui.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.