Câmaras de congelamento, freezers, locais climatizados para conservar alimentos perecíveis: tudo isso pode oferecer riscos aos trabalhadores. Isso porque eles caracterizam o trabalho em ambiente frio, que é considerado quando a temperatura se mantém abaixo de 10 ºC.

Leia este artigo e entenda como funciona o trabalho em ambiente frio e como garantir a saúde do time!

Quais são os principais problemas do trabalho em ambiente frio?

O maior problema do trabalho em ambiente frio é exatamente a temperatura, uma vez que isso faz com que os vasos sanguíneos se contraiam. Dessa forma, além da perda de calor, há a redução da circulação sanguínea pelo corpo, principalmente nas extremidades.

Isso pode gerar uma série de problemas de saúde e lesões para os colaboradores. Entre eles:

  • urticária;
  • úlcera;
  • congelamento de mãos, pés e face;
  • frostbite (formação de cristais de gelo na epiderme);
  • perniosis (frieiras);
  • hipotermia.

Quais equipamentos de segurança são indicados?

Para proteger os colaboradores, alguns EPIs devem ser utilizados. Em primeiro lugar, é importante proteger o tronco e membros com um uniforme que garanta a manutenção da temperatura corporal.

Luvas e botas também são indicadas, já que evitam o contato direto de mãos e pés com ambiente e produtos frios. Por fim, para proteger o rosto e a cabeça, é indicado o uso de capuz de segurança.

Quais são os cuidados que devem ser tomados durante o trabalho em ambiente frio?

Além dos EPIs, ainda há alguns cuidados que devem ser cuidados no trabalho em ambiente frio.

O tempo de exposição deve ser o mínimo possível, o que significa que o colaborador deve entrar e sair desse ambiente rapidamente. Esse tempo máximo de permanência deve levar em consideração a velocidade do vento dentro do espaço, temperatura média e o tipo de esforço que o colaborador realiza dentro do local.

Também é importante garantir a higiene adequada e deixar todos os locais de fácil acesso, evitando colocar produtos no meio do caminho. Ao sair do ambiente frio, o profissional deve contar com um espaço específico para a troca de roupa e secagem.

Qual a relação entre trabalho em ambiente frio e as normas regulamentadoras?

Quando se fala em ambientes frios, existem duas normas regulamentadores que fornecem instruções de como esse trabalho deve ser conduzido.

A primeira delas é a NR 15, que trata sobre trabalho em condições insalubres. Nesse aspecto, há um anexo que afirma que o trabalho em ambientes frios pode ser considerado insalubre e, caso isso aconteça, é necessário que a empresa siga as instruções da norma.

A outra NR é a de número 36. Ela trata sobre o trabalho em empresas de carne e abate. Devido às características dessa atividade, que geralmente é realizada dentro de câmaras frias e frigoríficos, o trabalho em ambientes frios é comum nesses locais.

Dessa forma, a NR 36 também traz alguns esclarecimentos e cuidados que devem ser adotados nesse aspecto.

Quais as consequências de não tomar os cuidados necessários?

Quando a empresa não toma os devidos cuidados para garantir a saúde dos colaboradores que trabalham em ambientes frios, as consequências podem ser muitas.

Em primeiro lugar, você coloca o seu colaborador em situação de risco, abrindo espaço para que ele desenvolva uma série de problemas de saúde e doenças. Porém, a empresa também sofre com isso.

Você pode ter prejuízos financeiros devido a multas por não seguir as diretrizes das NRs 15 e 36. Além disso, precisa pagar indenizações aos colaboradores e ainda perde um funcionário que poderia ter papel central na manutenção do negócio.

Por fim, o problema aqui também é ético. Afinal, é obrigação da sua empresa fornecer as melhores condições de trabalho possíveis para a sua equipe. Além disso, como empregador, você deve garantir que os profissionais mantenham a saúde física e mental no ambiente da sua companhia.

Portanto, agora que você já sabe quais são os riscos e cuidados que deve ter no trabalho em ambiente frio, comece agora mesmo a introduzir mudanças na empresa. Dessa forma, você garante uma equipe saudável e produtiva!

Aproveite para curtir a página da SAFE no Facebook agora mesmo! Caso você queira nos contatar, envie um e-mail para contato@safesst.com.br ou clique aqui. Se quiser saber mais sobre a SAFE, visite nossa página, www.safesst.com.br

Autor

Escreva um comentário

Share This