Você já ouviu falar das NRs (sigla para Normas Regulamentadoras)? Elas são diretrizes que regulamentam as boas práticas das empresas em relação à saúde e segurança dos trabalhadores de uma organização. Cada NR trata sobre determinada situação de trabalho ou elemento do contexto que deve ser cuidado para evitar acidentes e doenças ocupacionais.

É essencial que você entenda e siga as NRs dentro da empresa, de forma a garantir a integridade física e mental dos colaboradores do negócio. Além disso, quando você segue as NRs de forma correta, evita processos e problemas com a legislação.

Entre as 37 NRs publicadas, uma delas trata sobre a ergonomia, a NR 17. Descubra agora o que é NR 17 e como aplicar essa norma!

O que é a ergonomia?

A ergonomia é uma área da ciência que estuda a interação do ser humano com os equipamentos de trabalho que ele utiliza — o que inclui máquinas, computadores, mesa, cadeira, entre outros. Isso porque a forma como os trabalhadores interagem com esses equipamentos pode influenciar a saúde e a condição física do time.

Quais são as diretrizes da NR 17?

A NR 17 traz uma série de diretrizes sobre a relação entre o trabalhador e os materiais e equipamentos com os quais ele trabalha. Entenda agora quais são os principais:

Transporte de cargas

Existem trabalhadores que ocupam posições relacionadas ao transporte manual de cargas, sejam elas eventuais ou frequentes. Por ser uma atividade diretamente ligada à força do profissional, é importante que você esteja atento ao peso da carga, postura e forma de transportá-la, condição física e, inclusive, peso do trabalhador que a transportará, de forma a evitar acidentes e lesões.

Mobílias e equipamentos de trabalho

A NR 17 também traz diretrizes sobre a melhor forma de planejar e organizar a mobília do ambiente de trabalho, como mesas e cadeiras, posição dos computadores e mouses, bancadas, entre outros.

Nesse aspecto, é importante que você esteja atento à posição na qual o trabalhador executa as suas atividades e planeje a altura dos móveis de acordo com a altura do trabalhador. As cadeiras e mesas precisam ser confortáveis e adaptáveis ao corpo de cada um. Os equipamentos eletrônicos, como computadores, também precisam ser posicionados de forma adequada e a iluminação precisa ser ideal para evitar problemas de visão.

Condições do ambiente de trabalho

É preciso estar atento também à temperatura do ambiente de trabalho, níveis de iluminação e ruído e, até mesmo, correntes de ar que circulam no local. Tudo isso garante a saúde do colaborador a longo prazo e esses elementos precisam estar adequados ao que é previso na NR 17.

Organização do trabalho

Quando se fala em ergonomia, poucas pessoas pensam na organização do trabalho. Contudo, ela é um dos elementos centrais para garantir a saúde e a segurança dos trabalhadores em qualquer tipo de atividade que realizam.

As condições de trabalho incluem normas de produção, metas, tempo para a realização de cada uma das atividades, nível de autonomia do colaborador, ritmo de trabalho e conteúdo da tarefa. Tudo isso deve estar adequado de forma a evitar problemas físicos e, inclusive, psicológicos, causados devido a uma organização insalubre de trabalho ou sobrecarga do trabalhador.

É imprescindível saber o que é NR 17, já que ela se aplica a todas as atividades de trabalho. Por tratar da ergonomia, ou seja, relação dos trabalhadores com o ambiente e equipamentos de trabalho, ela é essencial para que você garanta a saúde dos colaboradores e integridade física e mental da sua equipe ao longo do tempo.

Agora, aproveite para descobrir como o ambiente de trabalho influencia na produtividade do seu negócio.

Se você quiser saber mais sobre a SAFE, visite nosso site no endereço www.safesst.com.br. Caso queira entrar em contato diretamente conosco, clique aqui.

Autor

Escreva um comentário

Share This