Conhecemos bem a rotina: dormir, acordar, tomar um café rápido, ir cedo para o trabalho, voltar no fim do dia, dormir novamente… Ou seja, passamos boa parte do nosso tempo trabalhando. Por isso, a saúde ocupacional merece toda a nossa atenção.

Ela é um ramo da medicina que se concentra no bem-estar físico, mental e social dos funcionários, em todas as profissões. Seu principal objetivo é prevenir doenças e lesões relacionadas ao trabalho.

Ela foi regulamentada por meio da publicação da NR7, uma norma que lista todos os pontos a serem seguidos para sua implementação correta. Com ela, torna-se obrigação de todos empregadores e instituições a utilização do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO).

Quer entender mais sobre a importância e os benefícios da saúde ocupacional nas organizações? Continue a leitura e confira!

Utilização do PCMSO

O PCMSO é um programa que especifica os caminhos que devem ser tomados para a preservação da saúde dos trabalhadores de uma empresa.

Ele deverá ser implementado com base nos riscos à saúde relacionados ao trabalho em questão, focando na prevenção (como fornecimento de equipamentos de proteção individual e treinamento por exemplo), rastreamento e diagnóstico.

Cada funcionário deve ser submetido a exames médicos em sua admissão na empresa, em caso de retorno ao trabalho e quando houver mudança em sua função, além de exames periódicos.

Inclusive, é estabelecido que todas as empresas devem contar com materiais necessários à prestação de primeiros socorros, levando em consideração as atividades que são exercidas.

Importância da saúde ocupacional

A saúde ocupacional trabalha com alguns pontos principais, como:

  • incentivar práticas seguras de trabalho, evitando acidentes;
  • estudar como o funcionário trabalha e como pode melhorar a ergonomia;
  • monitorar a saúde dos trabalhadores;
  • focar na gestão da ausência de doença, ou seja, a prevenção.

Isso traz consequências positivas aos envolvidos no ambiente de trabalho — tanto aos empregadores quanto aos funcionários.

Benefícios gerados

São inúmeros os benefícios trazidos pela saúde ocupacional. Entre eles, podemos citar os seguintes:

Menos faltas no trabalho (absenteísmo)

Trabalhadores querem exercer suas atividades em um ambiente seguro e saudável. Quando são introduzidos programas de prevenção efetivos, nota-se uma queda nas faltas. pois funcionários saudáveis raramente faltam.

Funcionários mais felizes

Um ambiente saudável e seguro os torna mais alegres e reduz o estresse. Afinal, todos querem chegar com saúde e seguros em casa no fim do dia!

Melhor (e maior) produção

Por estarem felizes — e saudáveis — os funcionários produzem cada vez mais e melhor, gerando uma vantagem extremamente importante para o negócio.

Menos problemas legais

Seguir as regras da NR7, protege o empregador de possíveis sansões ou tenha que lidar com altos encargos médicos e de indenizações.

Mais confiança do cliente

O cliente, ao ver uma empresa que trata seus funcionários com respeito, sabe que também será tratado dessa forma. Isso vai melhorar, e muito, a sua imagem!

Além disso, os ganhos para a sociedade como um todo são inestimáveis: esses funcionários podem cuidar melhor de si e de suas famílias, o que traz retornos até mesmo em áreas inesperadas, como a educação.

Por vezes, alguns custos podem ser vistos como supérfluos pelos empregadores. Porém, como se pode ver, tratar essa área com a devida atenção e respeito é um investimento para qualquer empresa.

Agora que você já sabe o que é a saúde ocupacional, curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de outras novidades sobre saúde ocupacional, segurança do trabalho e meio ambiente!

Autor

Escreva um comentário

Share This